adplus-dvertising

Onde lançar PGBL no Imposto de Renda 2020?

Índice

Onde lançar PGBL no Imposto de Renda 2020?

Onde lançar PGBL no Imposto de Renda 2020?

Nos PGBLs não se informa o valor das aplicações na declaração de bens. Será preciso informar os valores pagos durante o ano na ficha Pagamentos e Doações Efetuados para que as aplicações feitas tenham direito à dedução, respeitando o limite de 12% do total dos rendimentos tributáveis anual.

Como declarar saldo PGBL no Imposto de Renda 2021?

O Plano Gerador de Benefícios Livres (PGBL) é aquele em que a pessoa possui a intenção de investir até 12% de sua renda anual em previdência privada. De acordo com Paes Leme, para declarar, o contribuinte deve acessar a aba "Pagamentos Efetuados" e o código a ser inserido é o "36 - Previdência Complementar".

Como declarar PGBL de anos anteriores?

Como declarar PGBL nessa situação: Esclarecemos que não há necessidade de declarar o saldo dos Planos de Previdência Complementar. No entanto, se você já declarou nos anos anteriores, nossa recomendação é que continue declarando. Nesse caso, informe no campo “Bens e Direitos” o código 99 – “Outros Bens e Direitos”.

Como funciona o PGBL no imposto de renda?

Como vimos, o PGBL no Imposto de Renda pode ser uma escolha interessante para quem faz a declaração usando o modelo completo. Com ele, é possível abater os aportes anuais em até 12% da renda bruta tributável. Além disso, aqueles que contam com planos de dependentes também podem deduzir as contribuições.

Qual a tabela de tributação do PGBL?

No caso do imposto de renda da previdência privada, existem regras específicas para esse tipo de investimento. Entre elas, podemos destacar o fato de a tributação do PGBL ser feita somente no resgate ou quando o benefício é recebido. Além disso, o investidor pode optar por uma entre duas tabelas de tributação.

Quais são os valores recebidos do PGBL?

Os valores recebidos do PGBL pelo contribuinte devem ser informados integralmente no quadro Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoas Jurídicas. Nesse caso, a tributação incide sobre o valor total do resgate e não apenas sobre os rendimentos.

Quais são os benefícios recebidos pelo contribuinte de PGBL ou Fapi?

Valores resgatados ou benefícios recebidos pelo contribuinte de PGBL ou Fapi devem ser informados integralmente na ficha "Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoas Jurídicas" (no caso de tributação progressiva) ou na ficha "Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva" (se a tributação for regressiva).

Postagens relacionadas: