adplus-dvertising

Como declarar prestação de serviços?

Índice

Como declarar prestação de serviços?

Como declarar prestação de serviços?

Se este é o seu caso e você prestou serviços para empresas, cada um dos seus clientes deve te entregar um informe de rendimentos. Neste documento, a empresa vai informar quanto você recebeu de rendimentos de Pessoa Jurídica, assim como qual foi o valor de imposto de renda retido na hora do pagamento.

Como declarar imposto de renda como trabalhador informal?

A advogada tributarista Rafaela Franceschetto, sócia do Focaccia, Amaral e Lamonica Sociedade de Advogados, lembra que o trabalhador informal que ultrapassa o faturamento mínimo mensal de R$ 28.559,70 deve fazer o recolhimento por meio do Sistema de Recolhimento Mensal Obrigatório, o chamado Carnê-Leão.

Como deve ser feita a declaração de rendimentos de uma pessoa física?

Já se recebeu rendimentos de uma pessoa física, como no caso de médicos e advogados, a declaração deve ser feita na ficha de “Rendimentos Tributáveis Recebidos de Pessoa Física/Exterior” na aba “Rendimentos do Trabalho Não Assalariado”, também no programa da Receita Federal.

Como declarar a prestação de Serviço Autônomo?

Declarar a prestação de serviço como autônomo é algo relativamente simples, mas que exige atenção. Errar algum número, pode fazer com que você caia ou não na malha fina, e tenha mais dor de cabeça para resolver. Por fim, é só declarar os rendimentos não tributáveis.

Quem tem a obrigação de declarar o ir?

O MEI tem a obrigação de declarar o IR. A regra é a mesma para qualquer outro contribuinte. Isso significa que qualquer pessoa que recebeu mais de R$ 40.000 de remuneração ou excedeu R$ 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2019 tem esse dever. Se você ignorar a responsabilidade, terá que arcar com multas e sanções da Receita Federal.

Como é obrigatória a declaração de imposto de renda?

A Declaração de Imposto de Renda é obrigatória para todos os trabalhadores com rendimentos maiores que R$ 28.559,70, no ano base. O documento é uma forma de ficar em dia com o fisco do governo federal e não cair na famosa “malha fina”.

Postagens relacionadas: